Blog

Rejeição (704): NFC-e com Data-Hora de emissão atrasada

Embasamento legal:

A emissão de NFC-e deve ocorrer de forma on-line e real-time com tolerância de até 5 minutos, devido ao sincronismo de horário do servidor da Empresa e o servidor da SEFAZ.

A tolerância motivada por horário dos servidores pode ser somada ao atraso permitido para autorização da NFC-e (a tolerância de atraso de envio é de 5 minutos), permitindo um atraso máximo de 10 minutos controlados pela aplicação da SEFAZ

Na prática, o que isso significa?

Se o servidor da SEFAZ estiver com a Data-Hora exatamente igual a do sistema que faz o envio, a tolerância máxima do servidor para envio real-time da NFC-e é de 10 minutos.  Pode ocorrer divergência entre horário d o servidor da SEFAZ e o sistema emissor, por isso não é interessante contar sempre com os 10 minutos de tolerância.

Caso a diferença da Data-Hora de envio seja maior que as indicações da regra, a NFC-e retorna a R ejeção 704.

Casos de exemplo:

Quando ocorrer essa rejeição, em todos os casos o indicado é descartar a NFC-e  que foi enviada e rejeitada e ajustar a Data-Hora do novo document o no campo ” DhEmi_B09″ em formato ” AAAA-MM-DDThh:mm:ssTZD” (UTC -Universal Coordinated Time).

Situações em que pode ocorrer a rejeição:

  • Atraso no envio real-time da NFC-e, extrapolando o limite de tempo do servidor e tolerância
  • Sistema emissor com Data e Hora incorretos, havendo discrepância na comunicação
  • Mudança de horário de verão, onde os servidores atrasam ou adiantam o horário em uma hora

Nesse ultimo caso, as notas enviadas em 23h59m59s podem chegar no servidor da SEFAZ com uma diferença de 1h no horário de recebimento, havendo uma rejeição de incompatibilidade de Data-hora.