Pré-Requisitos

Pré-requisitos para emissão da NF-e

  • Computador com Sistema Operacional Microsoft Windows 32 bits;
  • Acesso à Internet: O acesso à Internet é essencial para a emissão de nota fiscal eletrônica. Um link confiável com uma boa velocidade pode evitar eventuais problemas na emissão de Nfe;
  • Certificado Digital: O Certificado Digital é responsável pela assinatura da NFe, que passa a ter validade fiscal;
  • Credenciamento como Emitente de NF-e junto à SEFAZ de origem: Este processo é fundamental para a emissão de NF-e. Somente contribuintes devidamente cadastrados e autorizados poderão fazer uso dos WebServices da SEFAZ.

Certificado Digital

Adquirindo o Certificado Digital

A aquisição de um Certificado Digital válido é um requisito fundamental para que se possa emitir NF-e.
Para fazer a aquisição de um Certificado Digital, é necessário fazê-lo de uma Autoridade Certificadora credenciada pela Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileiras – ICP-Brasil. Ele deve conter o CNPJ do estabelecimento ou de sua matriz. Abaixo, temos algumas entidades que comercializam estes certificados:

Certisign: https://www.Certisign.com.br/produtos
Correios: http://www.Correios.com.br/produtos_servicos/certificacaodigital/default.cfm
Serasa: http://loja.certificadodigital.com.br/SERASA/Departamento

Certificados Digitais Compatíveis com o sistema da EXATA

Antes de adquirir um Certificado Digital é necessário saber quais marcas e modelos são compatíveis com os produtos EXATA NFe.

  • Certificados SERASA
    • A1
    • SmartCard
    • E-CNPJ (Exceto Certificado do Tipo SERVIDOR)
  • Certificados CERTISIGN
    • A1
    • A3
  • Certificados CORREIOS
    • A1
    • A3

Sobre o Certificado Digital

O Certificado Digital tem que ser renovado em um intervalo de tempo de acordo com o seu modelo.
A1: deve ser renovado a cada 1 ano, A3: deve ser renovado a cada 3 anos.

A1 – é um software instalado no computador. Ele permite gravar a senha PIN durante a instalação, evitando o transtorno de ter que ficar digitando a senha sempre que ele for acessado. Entretanto, isto pode significar um risco, em estações acessadas por diversos usuários.

A3 – SmartCard, é um cartão digital, semelhante a um cartão de crédito. Para fazer uso deste modelo, é necessário um leitor de cartão digital conectado à estação de trabalho.

smartcard

A3 – Token, parecido com um pen drive, mas com as mesmas funcionalidades dos demais. Para seu uso, não é necessário nenhum outro dispositivo. Ele ficará conectado diretamente a uma porta USB do equipamento.

token

Principais diferenças entre os modelos

Algumas vantagens do modelo A1 em ralação ao A3 são:

  1. Facilidade de uso: o tipo A1 pode ficar instalado no equipamento emissor da nota fiscal e trabalhar de forma transparente;
  2. Compatibilidade: este tipo tem uma maior compatibilidade por não exigir drivers e bibliotecas para o seu acesso;
  3. Performance: diferente do tipo A3 que executa as operações diretamente no dispositivo portátil, o Al utiliza o processamento do equipamento emissor que é muito superior ao do dispositivo portátil.

Verificando a instalação do Certificado Digital

Clique em Iniciar > Configurações > Painel de Controle > Opções da Internet clique na aba Conteúdo e no botão Certificados, verifique na aba pessoal o Certificado instalado.

Credenciamento de Emitente junto à SEFAZ

Estando de posse do certificado digital, é necessário que o contribuinte esteja devidamente credenciado como Emissor de Nota Fiscal Eletrônica, modelo 55, junto à Secretaria de Fazenda do estado de origem, ou seja, junto a SEFAZ do estado no qual a empresa está estabelecida. Para isto, alguns procedimentos devem ser seguidos. Estes passos podem variar de acordo com o estado de origem. Aconselha-se, então, que o responsável legal entre em contato com o atendimento disponibilizado por cada SEFAZ. Inicialmente, ele será encaminhado para o ambiente de Homologação, onde fará os testes e adaptação de seu Sistema Emissor de NFe e, após isto, iniciará o uso do ambiente de Produção, emitindo Notas Fiscais Eletrônicas com validade fiscal.É importante ter ciência de que o credenciamento em uma Unidade da Federação não credencia a empresa perante as demais unidades; e, como já citado acima, a empresa deve solicitar credenciamento em todos os estados em que possuir estabelecimentos e nos quais deseje emitir NF-e. Acesse o site da SEFAZ de seu estado.

Em geral, o endereço é http://www.sefaz.UF.gov.br
Exemplo: http://www.sefaz.rj.gov.br
Caso não tenha informações no site tente entrar em contato por email ou telefone.